Biblioteca

Pênfigo foliáceo: Relato de caso

26/06/2018 Gláucia da Silva Coelho

Pênfigo foliáceo é uma dermatose com etiologia de caráter autoimune, considerado a forma mais comum do complexo pênfigo. O presente estudo visou relatar um caso de pênfigo foliáceo, acompanhado durante o período de 15 de março de 2011 até o dia 28 de novembro de 2012, de um cão. Este caso foi atendido no Centro Médico Veterinário (UNIMONTE-SANTOS-SP). O paciente apresentava como sinais clínicos: alopecia bilateral periocular, despigmentação de face interna de plano nasal, membros pélvicos com crostas melicéricas, edema em região inguinal bilateral, presença de pústulas e ulcerações crostosas com sangramento nos coxins palmo-plantares. No exame histopatológico foi diagnosticada dermatite autoimune compatível com Pênfigo Foliáceo. No início do tratamento foi utilizada a prednisona como imunossupressor, porém foi observado que o uso somente da prednisona, não estava obtendo bons resultados, então, optou-se por associá-la com a azatioprina. O retorno do paciente era realizado a cada vinte dias, sendo os exames solicitados a cada três meses para avaliação geral do paciente, devido aos riscos e efeitos colaterais das medicações imunossupressoras. Após um ano e oito meses de tratamento contínuo, houve uma melhora do quadro clínico do paciente e uma boa resposta do estado imune do mesmo. O ponto crítico do tratamento foi exposição do paciente aos efeitos colaterais, porém a associação medicamentosa permitiu ao paciente uma boa resposta ao tratamento, proporcionando uma melhor qualidade de vida e aumento da sobrevida. Assim que o tratamento evoluiu os efeitos colaterais se apresentaram menores no paciente e melhor foi sua atividade imune.

Fazer Download

Depoimentos

muito didático, obtive um excelente aprendizado!

Sobre o curso de Interpretação de Exames Bioquímicos na Clínica Veterinária

Curso didático e 100% aplicável na rotina clínica. Recomendo!

Sobre o curso de Doenças Respiratórias em Felinos

um curso bastante produtivo que ajuda a compreender melhor quais exames são mais indicados para o paciente, evitando diagnostico confuso.

Sobre o curso de Interpretação de Exames Bioquímicos na Clínica Veterinária

Newsletter